Acupuntura

O que é Acupuntura

A acupuntura é uma terapia milenar originária da China, que consiste na aplicação de agulhas em pontos específicos do corpo para tratar doenças e para promover saúde. 

 

Como funciona o tratamento

Os procedimentos da acupuntura envolvem a estimulação de pontos no corpo. A inserção das agulhas nos pontos de acupuntura estimula o sistema nervoso a liberar substâncias químicas nos músculos, na medula espinhal e no cérebro. Essas substâncias irão alterar a experiência da dor ou desencadearão a liberação de outros produtos químicos e hormônios que influenciarão o próprio sistema de regulação interna do corpo. O equilíbrio energético e bioquímico produzido pela acupuntura estimula as habilidades naturais de cura do corpo e ajuda a promover o bem-estar físico e emocional.

Após a anamnese e o exame físico, o acupunturista prescreve a combinação de pontos e inicia a aplicação das agulhas. Utiliza agulhas estéreis de aço inoxidável, todas de uso único, e descartáveis. O tempo de permanência das agulhas varia para cada caso e, em geral, o tempo total de tratamento é cerca de 45 minutos. Pode-se utilizar outras técnicas além da agulha, como ventosas e moxabustão. É comum que um tratamento consista em visitas semanais ou duas vezes por semana durante 4 a 10 semanas, seguidas por visitas menos frequentes à medida que o paciente melhora.

 

Indicações: 

A Organização Mundial da Saúde lista mais de 40 doenças para as quais a Acupuntura é indicada. Para a medicina tradicional chinesa existem cerca de 300 doenças tratáveis por Acupuntura. Algumas delas são:

  • Dores e processos inflamatórios em geral: A acupuntura tem melhores resultados em dor de origem músculo-esquelética, cuja etiologia pode ser trauma, artrose, exercícios repetitivos, tensão emocional, erro de postura. Outras dores comuns tratáveis incluem cólica menstrual, lombalgia durante a gravidez, fibromialgia, dores pós-cirúrgicas, síndrome complexa de dor regional, dermatites, cefaléias, enxaqueca;
  • Doenças e sintomas neurológicos como enxaqueca, cefaléias tensionais, cefaléias cervicogênicas, enxaquecas menstruais, fibromialgia, algumas dores neuropáticas.
  • Doenças respiratórias: sinusite, rinite, resfriado, faringite, amigdalite aguda, zumbido, dor no peito, palpitações, enfizema, bronquite crônica, asma brônquica;
  • Sintomas emocionais e psicológicos: ansiedade, depressão, insônia, fadiga crônica, síndrome de burnout (esgotamento);
  • Sintomas decorrentes de outras condições: mal-estar provocado pela quimioterapia, dores associadas com câncer, tendinites, sequelas de acidente vascular cerebral, constipação, paralisia facial;
  • Doenças gastrointestinais: gastrite, úlcera gástrica, úlcera duodenal, colites, diarréia, síndrome do intestino irritável;
  • Doenças reumatológicas: ciatalgia, artrose, artrite;
  • Alterações hormonais: sintomas menstruais, sintomas da menopausa;

 

Contra Indicações

A acupuntura não é recomendada para pessoas que possuem doenças hematológicas, principalmente relacionadas com a coagulação, e nem para pessoas que possuem alergia a metais. Além disso, é importante que a pessoa não fique em jejum antes da sessão de acupuntura e nem consuma café ou chá preto.

Normalmente a acupuntura não resulta em efeitos colaterais, no entanto em alguns casos pode haver o aparecimento de efeitos adversos leves, como dor no local em que as agulhas foram colocadas, tontura e sonolência, por exemplo.