Carboxiterapia

O que é Carboxiterapia 

A carboxiterapia é uma técnica que utiliza o gás carbônico (CO2) para a aplicação no tecido subcutâneo, melhorando o fluxo sanguíneo local e, portanto, a oxigenação do tecido.

 

Como funciona o tratamento

É realizada com equipamento específico conectado a um cilindro de CO2, sendo que o fluxo de gás, o tempo de aplicação, a periodicidade e a quantidade de sessões dependerão da alteração inestética do cliente e da avaliação do profissional.

A ação mecânica gerada pela associação do “trauma” da agulha e pela introdução do gás, tem a capacidade de promover um processo inflamatório e migração de fibroblastos para a região da agressão. Sua posterior proliferação estimula a síntese de colágeno e de outras moléculas do tecido conjuntivo, como a fibronectina, glicoproteína encontrada no sangue e associada a vários processos biológicos como adesão e diferenciação celular e reparação de tecidos. Todos estes efeitos são fundamentais e primordiais para o tratamento de estrias de pele e também flacidez tissular. 

No caso da estria, o gás carbônico atua distendendo o tecido desta cicatriz - a elevação visível durante o tratamento. O descolamento preenche essa região de gás carbônico e estimula a formação de colágeno no local. Os benefícios são muito mais visíveis para estrias novas, avermelhadas. Estrias brancas são mais antigas e fibras elásticas que já estão totalmente rompidas não se regenerarão.

 

A carboxiterapia é um excelente tratamento para gordura localizada, o CO2 tem a capacidade de estimular receptores beta adrenérgicos no tecido adiposo, o que ocasionaria, por consequência, a lipólise do triacilglicerol armazenado no adipócito. Além disso, algumas pesquisas em animais mostram uma ação direta do gás carbônico sobre adipócitos, rompendo-lhes a membrana citoplasmática e as eliminando.

 

Indicações

Esta técnica é indicada para tratamento da gordura localizada, estrias, flacidez, celulite, rejuvenescimento facial e também capilar.

 

Benefícios

Vasodilatação;

Estímulo de lipólise;

Ruptura de adipócitos;

Processo inflamatório controlado;

Estímulo de proliferação de fibroblastos;

Produção de colágeno.

Promove o aumento do fluxo sanguíneo local, favorece a produção de colágeno, acelera o metabolismo local, melhora o aspecto e diminui o tamanho de cicatrizes, favorece a queima da gordura e desfaz os nódulos de celulite.

 

Contra Indicações

Gestantes;

Doenças metabólicas descompensadas;

Sobre áreas neoplásicas;

Hipertensão descompensada;

Pacientes imunodeprimidos;

Pacientes epiléticos;

Hemofilia ou outros distúrbios de coagulação;

Fragilidade capilar;

Diabetes á longo prazo;

Trombose arterial;

Insuficiência respiratória.