Hidrolipoclasia

O que é Hidrolipoclasia 

Trata-se de uma técnica voltada para redução da gordura localizada e perda de medidas.

 

Como funciona o tratamento

É feita através de injeção com uma solução hipotônica composta de soro fisiológico ou água destilada no tecido subcutâneo e em seguida é utilizado o ultrassom que tem seu efeito potencializado pela quantidade de líquido presente no local. A vibração mecânica do aparelho agita e rompe as células de gordura, que são metabolizadas pelo próprio organismo e consequentemente eliminadas. 

As ondas de ultrassom utilizadas, após a aplicação, penetram de 3 a 4 cm de profundidade, provocando o extravase das células de gordura de forma muito mais eficiente, pois com o espaço entre as células preenchido por líquido e até mesmo o inchaço das células adiposas com a presença do líquido hipotônico, a estimulação do ultrassom é super potencializada e os resultados são muito superiores comparados aos resultados obtidos apenas com o aparelho de ultrassom. O procedimento é considerado orgânico, pois a gordura e a solução injetada são eliminadas naturalmente pelo corpo, dispensando a invasão das cânulas aspirativas, minimizando assim qualquer tipo de risco.

 

Indicações

O procedimento é realizado em regiões como: abdome, flancos, região periumbilical (perto do umbigo), costas, culotes, pernas e região infraglúteas. Esse não é um método de emagrecimento, sendo indicado para a eliminação de pequenas quantidades de gordura localizada, em pessoas que praticam exercícios com regularidade e têm uma dieta equilibrada, mas que não conseguem acabar com gordurinhas específicas.

 

Resultados 

A quantidade de gordura reduzida poderá variar de pessoa para pessoa e para alcançar os resultados esperados, é importante seguir todas as recomendações, manter uma rotina alimentar balanceada e um estilo de vida saudável.

 

Contra indicações

Pelo fato da Hidrolipoclasia usar ulrassom  as contra indicações são: grávidas e lactantes; doença renal ou doenças no fígado; doença cardíaca; epilepsia; DIU; processo in-feccioso na área de tratamento; pressão alta; febite; paralisia; prótese, placas ou parafu-sos metálicos no corpo.