Microagulhamento com Dermapen

O que é Microagulhamento 

Também conhecido por Indução Percutânea de Colágeno por Agulhas (IPCA), o microagulhamento é um procedimento dermatológico baseado em diversas agulhas metálicas bem pequenas que perfuram as camadas da pele para estimular colágeno. O procedimento cria-se múltiplos micro-canais, através dos quais se utilizam formulações com princípios ativos que penetram nestes micro-canais com maior efetividade.  

 

O que é Dermapen

É uma caneta elétrica de microagulhamento autómatico que permite o encaixe e a troca de vários tipos de cartuchos com diferentes quantidades de microagulhas muito finas na ponta, onde a medida da profundidade de perfuração é ajustada de acordo com a necessidade do microagulhamento. A caneta tem um sistema que faz com que essas agulhas se movimentem para cima e para baixo enquanto o terapeuta movimenta a caneta pela face do paciente; a caneta fica a 90° em relação à pele e o movimento é de arrasto e não de rolamento, como é o caso do dermaroller.

 

Como funciona o tratamento

As microagulhas penetram na pele por várias vezes formando microcanais que vão possibilitar a reação das células, estimulando naturalmente sua regeneração, produção de colágeno, elastina, de ácido hialurônico e a liberação de fatores de crescimento. 

Por uma reação de defesa do organismo, as células epiteliais passam a se multiplicar, e consequentemente, renovam os tecidos da região tratada, deixando a pele mais uniforme, rejuvenescida e bonita. Ocorre também a remodelação tecidual e o surgimento de novos componentes na matriz da derme, que migram para a microlesão e fecham os canais criando um novo tecido, rico em colágeno e elastina, resultando em uma pele mais firme e espessa. A regeneração provocada pelo microagulhamento atenua cicatrizes, melhora a textura da pele, linhas de expressão e rugas, manchas e entre outros benefícios. 

 

Indicações

Síntese de produção de colágeno e elastina (indução percutânea de colágeno); Aumento da permeabilidade de ativos específicos na pele (drug delivery system);Tratamento de rugas e linhas de expressão; Manchas de pele; Cicatrizes de acne; Estrias; Alopécia masculina e feminina; Melhora da textura e aparência da pele; Tratamento para polos dilatados; Renovação celular. 

 

Duração do tratamento

O número de sessões varia, porém no geral, é indicado entre duas e quatro sessões, com intervalo de 21 a 30 dias, para que a pele se recupere. Esse período de intervalo é chamado de "down-time" processo de inflamação, proliferação e remodelagem do tecido e deve ser respeitado.

 

Contra Indicação

O tratamento está contra indicado nas seguintes situações: câncer de pele; acne ativa; psoríase, infecção por herpes labial; terapia com remédios anticoagulantes como heparina ou aspirina; histórico de alergias a pomadas anestésicas locais; doenças autoimunes; diabetes mellitus não controlada e mulheres grávidas.

 

Cuidados antes do procedimento

Para fazer o Microagulhamento o paciente não deve estar com a pele bronzeada nem apresentar infecções locais. Câncer da pele na área tratada ou nas proximidades também contraindica a técnica. 

 

Cuidados após o procedimento

A pele trabalhada precisa receber cuidados especiais durante algum tempo, que será repassado pelo profissional. Após a realização da técnica, a pele pode apresentar leve descamação, vermelhidão, ardor e um leve edema, além de sensibilidade ao frio, calor e principalmente ao sol. Não é recomendado o uso de nenhum FPS por até 12h após ter realizado o microagulhamento. Após esse período o fotoprotetor é obrigatório. Evitar exposição solar nos primeiros 30 á 45 dias e sempre usar filtro solar adequado, lembrando de reaplicar o fotoprotetor conforme a recomendação na embalagem do produto.